Construa seu projeto

Workshop - Logística de Exportações e Importações

Analisar e discutir aspectos da racionalização da logística das exportações e importações na perspectiva porta a porta, em termos de custos e tempos de trânsito de mercadorias, com atenção especial aos fluxos de carga geral e contêineres "porta a porto ou aeroporto de embarque", na exportação, e "porto ou aeroporto de desembarque a porta" na importação

Tópicos principais

  • Panorama geral da logística de exportações e importações por via aérea, marítima e terrestre
    • Indicadores de competitividade de sistemas logísticos elaborados pelo Banco Mundial;
    • Arrendamentos de instalações e equipamentos, acesso a tecnologia de ponta, participação de operadores e investidores estrangeiros em empreendimentos logísticos no País;
    • Carência de investimentos em infraestrutura de logística e a importância de instrumentos e tecnologia para ganhos de produtividade dos ativos existentes;
    • Principais mercados do intercâmbio comercial brasileiro e a participação dos Aeroportos de Guarulhos e Viracopos, bem como do Porto de Santos nos fluxos de exportação e importação, com destaque para carga geral e contêineres.
  • Aspectos básicos a serem observados na logística por via marítima porta a porto na exportação e porto a porta na importação
    • Capacidade de escoamento de cargas;
    • Modais de transporte: rodoviário, ferroviário, fluvial e lacustre;
    • Terminais no interior: alfandegados e não-alfandegados;
    • Transporte multimodal - aspectos relacionados ao conhecimento de transporte e aos limites de responsabilidade de prestadores de serviços, bem como aos pagamentos a eles e à mitigação de riscos com a contratação de seguros.
      Exemplo: Eurogate.
  • Logística de exportações porta a porto de embarque, com o uso de instalações intermediárias, tais como terminais retroportuários e REDEX. Sincronia com as operações de carregamento de navios e da pré-estivagem de contêineres em terminais molhados
    • Fluxo logístico entre instalações e atores intervenientes;
    • Operações em Porto Seco vs. Redex;
    • Aspectos de conferência e desembaraço aduaneiro;
    • Condições de incidência do PIS e do COFINS;
    • Aspectos legais e normativos.
  • Logística de importações porto de desembarque a porta, destacando-se as opções de despacho de contêineres em terminal molhado, terminal retroportuário alfandegado, ao amparo de DTE, e porto seco, ao amparo de DTA
    • Operações portuárias;
    • Custos e tempos de transferência entre as instalações;
    • Modais rodoviário e ferroviário;
    • Remoção para Porto Seco. Custos da DTA multimodal
    • Aspectos legais e normativos.
  • Aspectos de custos e de tempos de trânsito de mercadorias nessas operações. Considerações sobre as realizadas em contêineres FCL e LCL
    • Operações com Non-vessel Operator Common Carriers - NVOCCs;
    • Operações com a interveniência de Armadores;
    • Aspectos de custos logísticos em função dos Incoterms
  • Apresentação e discussão de casos com indicações de custos e tempos de trânsito de mercadorias.
  • Impactos do desbalanceamento dos fluxos de contêineres cheios de comércio internacional (embarcados vs desembarcados) e da diminuição do calado de embarcações nos fretes marítimos de contêineres de exportação. Avaliação de caso prático.

Apresentação

ALAN LEAR, Engenheiro Civil pela Universidade de Buenos Aires, com especialização em logística empresarial e portuária em Rotterdam e sólida experiência em gestão de operações logísticas de comércio internacional, desenvolvida em operadoras de terminais portuários, retroportuários e portos secos, bem como em operadores multimodais com expressiva atuação nas regiões sudeste e centro-oeste brasileiras.

Inscrição

Copyright © ConTrader Comércio Exterior. Todos os direitos reservados 2016-2017